• Documentário Plano B em circuito nacional •

Brasília, 1967. Festival de Brasília. O cineasta Joaquim Pedro de Andrade, que viria a filmar o clássico da literatura brasileira «Macunaíma», de Mário de Andrade, promove uma exibição surpresa de seu curta «Brasília, contradições de uma cidade nova», patrocinado e realizado a pedido da hoje extinta Olivetti, empresa  italiana reconhecida mundialmente pela excelência de suas máquinas de escrever. Após essa sessão, segundo relata Jean-Claude Bernadet, Joaquim Pedro não levou o filme à censura e depositou a cópia na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Bernadet trabalhou no filme como co-roteirista, diretor de produção (assumida por Joel Barcellos) e assistente de realização.

Brasília fora fundada em 1960. A empreitada nacional ainda era comemorada. O ufanismo ainda reverberava a glória da construção da nova capital, quando «Contradições» vem expor a difícil condição de vida dos operários migrantes da construção civil, os candangos. A nova equipe de publicidade da Olivetti não se aliou ao filme; Niemeyer recusou-se a recomendá-los. E o filme ficou por 40 anos recluso no Rio.

Brasília, 2013. É finalizado o documentário longa-metragem «Plano B». De caráter investigativo, o longa percorre os caminhos do curta Contradições, em busca de respostas para a censura ao filme. Com depoimentos de Afonso Beato (Fotografia), Jean-Claude Bernadet, Joel Barcellos, Edla Van Steen (representante da Olivetti), e Ferreira Gullar, «Plano B» retoma o sempre atual debate sobre a urbanidade ímpar de Brasília e sua ocupação territorial.

Brasília, 2014. A capital comemora 54 anos. As contradições não só permanecem como se ampliam ainda mais. O documentário plano B_logo«Plano B» entra em cartaz em circuito nacional por todo o Brasil, em 32 cineclubes de 23 estados brasileiros, em todas as cinco regiões do país, entre 21 de abril e 5 de maio.

Confira aqui o calendário nacional de exibições deste circuito cineclubista nacional.

Abaixo, o trailer de «Plano B», dirigido por Getsemane Silva, produzido pela Olho de Gato Filmes e Machado Filmes. Roteiro de Santiago Dellape e Getsemane Silva, direção de fotografia de André Carvalheira, direção de produção de Carolina Barboza, produção executiva de Alisson Machado e montagem de Sérgio Azevedo. 80 min. DF. 2013.

«Brasília, Contradições de uma Cidade Nova» está disponível nos Extras do DVD de «Macunaíma» (1969), em versão restaurada e distribuída pela Videofilmes. O filme também pode ser assistido online neste link. Para saber mais sobre a história do documentário, leia aqui o relato de Jean-Claude Bernadet sobre os bastidores desta controversa produção. Visita a página oficial de «Plano B» e fique por dentro das novidades do filme! Conheça o blogue oficial do Circuito Nacional «Plano B», realizado pela Sétima Produções Culturais, com coordenação de Ana Arruda, pesquisa/produção nacional de Lígia Benevides, pesquisa/produção local (DF) de Thayse Limeira, e produção executiva de Alexandre Costa.

Por que você faz cinema?

“Para chatear os imbecis / Para não ser aplaudido depois de seqüências dó-de-peito / Para viver à beira do abismo / Para correr o risco de ser desmascarado pelo grande público / Para que conhecidos e desconhecidos se deliciem / Para que os justos e os bons ganhem dinheiro, sobretudo eu mesmo / Porque, de outro jeito, a vida não vale a pena / Para ver e mostrar o nunca visto, o bem e o mal, o feio e o bonito / Porque vi Simão no Deserto / Para insultar os arrogantes e poderosos, quando ficam como cachorros dentro d’água no escuro do cinema / Para ser lesado em meus direitos autorais”.

Joaquim Pedro de Andrade

Publicado em Pourquoi filmez-vous? / Libération / Paris / maio de 1987
Página Oficial de JPA

Anúncios

Publicado por

Lígia Benevides

Lígia Benevides é curta-metragista, designer gráfico, produtora cultural e jornalista. Formada em Jornalismo (2006, UFG), com mestrado em Cinema (2012, UBI, Portugal), trabalha desde 2004 na produção audiovisual, com diversos curtas premiados e mostras de cinema produzidas. Trabalha atualmente como editora de vídeos, designer gráfico, social media e cinegrafista, com foco em comunicação institucional nos últimos dois anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s